É desejável que, na medida do possível, os pais possam participar juntos e com os filhos na Santa Missa dominical.

É muito aconselhável  que as crianças se vão habituando a estar na Missa. Logicamente, para  que isso suceda, as igrejas devem ser espaços de acolhimento amigáveis, onde os pais se sintam à vontade, mesmo nos casos em que os filhos mais pequenos não estejam em condições de cumprir todas as normas do bom comportamento que a ocasião requere.

Não se pode  pedir às crianças, sobretudo às mais pequenas, que estejam totalmente caladas e quietas durante uma hora.

As famílias com crianças pequenas devem sentir-se bem acolhidas na igreja, pois já bastam os muitos  problemas que lhes criam em muitos outros âmbitos. Se os pais pelo menos tentam manter seus filhos bem comportados na Missa, que mais lhes podemos pedir?

As orientações gerais que aqui sugerimos são as que nos parecem  sensatas e acessíveis. Assumida a premissa de que é bom trazer as  crianças à Missa, também se pode acrescentar que é conveniente que elas vão aprendendo a estar num espaço sagrado, a entender que é  diferente de outros espaços e, à sua maneira, a «sentir» Deus na Missa.

Quisemos recolher em sites de diferentes países, uma série de sugestões que talvez possam ajudar os pais a poderem aproveitar a Missa para  que os filhos deem os seus primeiros passos na relação com Deus. São, repito, sugestões: ninguém as considere como uma lista de  mandamentos, de valor absoluto. Serão bem-vindas outras experiências positivas que iremos acrescentando à medida que as formos  recebendo.

Descarregar o documento PDF – “As crianças na Missa Dominical”