Ressuscitou no terceiro dia segundo as Escrituras

Há pouco mais de um ano, a conversão ao cristianismo do pastor evangélico Lee Strobel foi apresentada no filme The case for Christ, “Em defesa de Cristo”.

O protagonista, um premiado jornalista de investigação, ateu convicto, deve enfrentar-se com a inesperada conversão da sua amada esposa. Decidido a fazer tudo para a resgatar da ilusão do cristianismo, opta pela via racional: se conseguir mostrar que aquilo em que ela acredita é falso, recuperá-la-á da sua (segundo ele) alienação. Ateu como é, questiona um amigo crente sobre como desmontar o cristianismo. Lealmente, ele responde-lhe: se mostrares que a Ressurreição de Cristo é falsa, todo o cristianismo cai por terra. De facto, S. Paulo diz-nos isso mesmo: «se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, é também vã a nossa fé» (1 Cor 15, 14).

Lee dedicará os seus melhores recursos jornalísticos a tentar mostrar que a Ressurreição é uma farsa, uma lenda. Para além de averiguar a historicidade dos Evangelhos, comprovará, com o auxílio dos mais variados especialistas, que tudo aponta para que Cristo tenha mesmo morrido, que tenha sido colocado num sepulcro que estará vazio três dias depois, e que tenha sido realmente visto por várias testemunhas a seguir. Essa minuciosa investigação, aliada ao amor paciente da sua esposa, levá-lo-á a uma séria conversão.

A fé na Ressurreição de Cristo não permite a indiferença. A certeza de que Cristo vive não só marca uma diferença substancial com as religiões que, em nenhum caso reclamam que os seus fundadores ressuscitaram, como nos leva a desejar um encontro pessoal com Ele.
O cuidado com que se protege o tempo da eucaristia dominical é uma das grandes manifestações de que acreditamos que Cristo ressuscitou e quer encontrar-Se connosco, de modo particular no dia em que revivemos a sua Ressurreição, o domingo. «Ir à Missa dominical» é uma das maneiras de afirmar: vou ter com Jesus que está vivo e à minha espera.

Aproveitemos a oitava pascal para ler e meditar mais a fundo os relatos sobre a Ressurreição de Jesus. A nossa fé sairá fortalecida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.